Bem Vindo

Apresentação

Este site tem o objetivo de fornecer informações didáticas a respeito de tumores cerebrais e epilepsia, assim como suas opções de tratamento, com especial destaque para os procedimentos cirúrgicos, especialidade de seu idealizador. Desta forma, não visa receitar qualquer conduta médica, mas sim proporcionar conhecimento para que os visitantes tenham mais autonomia na escolha da terapia que lhes proporcione mais qualidade de vida.

Notícias

Estima-se que aproximadamente de 0,5 a 0,7% de pessoas no mundo tenham epilepsia. Em 50% dos casos, a causa da doença é desconhecida e 75% têm início ainda na infância. O tratamento convencional se baseia em medicamentoso para o controle das crises, com uso das chamadas drogas antiepilépticas (DAE), eficazes em cerca de 70% dos casos, além de procedimento cirúrgico ablativo para atingimento de alvos específicos onde a origem das crises é identificada. Para os casos que não respondem às terapias anteriores, pode ser indicado ainda o procedimento de estimulação do nervo vago com implante de eletrodo, com respostas de até 90% de eficácia.

O nervo vago se origina dentro da cabeça, no tronco cerebral, e desce pelo pescoço, enervando todos os órgãos do abdômen, responsável também pela sensibilidade à pressão e movimentação, sendo um grande elo de comunicação entre o corpo e o cérebro.